ALTERAÇÕES COMPORTAMENTAIS E A IMPORTÂNCIA DA RELAÇÃO HUMANO/ANIMAL DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19

Autores

  • Nicole Dalonso Unisociesc
  • Débora Nunes
  • Gabrieli Basilio
  • Jheniffer Maikelly Correia
  • Samara Regina de Farias

Palavras-chave:

COVID-19, mudanças comportamentais, emprego, estudos, animais domésticos

Resumo

Durante a pandemia de COVID-19, muitas pessoas tiveram que se isolar, desencadeando sensações como estresse, medo, depressão e ansiedade. O objetivo do presente estudo foi investigar as principais mudanças comportamentais que afetaram as pessoas na pandemia, quais as alterações em relação aos gêneros e se os animais domésticos auxiliam na superação desses efeitos. Empregando um formulário online do Google, foram investigados os perfis dos participantes da cidade de Joinville - SC. Os resultados demonstram que houve maior participação dos voluntários entre 18 a 24 anos (33,5%), do gênero feminino (70,1%), destacando maior consumo de alimentos pelas mulheres. Os homens apresentaram maior manutenção do emprego e acesso ao nível superior, principalmente pós-graduação, sendo este um fator associado à vantagem. Ansiedade e estresse foram os sentimentos mais relatados e os animais tiveram grande papel no combate aos efeitos do isolamento social.

Downloads

Publicado

2021-07-01

Como Citar

Dalonso, N., Nunes, D. ., Basilio, G. ., Correia, J. M. ., & Samara Regina de Farias. (2021). ALTERAÇÕES COMPORTAMENTAIS E A IMPORTÂNCIA DA RELAÇÃO HUMANO/ANIMAL DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19. REVISTA DE EXTENSÃO E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNISOCIESC, 8(2). Recuperado de https://reis.unisociesc.com.br/index.php/reis/article/view/283

Edição

Seção

Relato de pesquisa